Verificação de Código de Barras

Selecionando o verificador

O tipo de código, o tamanho do código e o substrato influenciam as necessidades de verificação específicas de um usuário

Embora muitos parâmetros, como o crescimento da largura da barra, a não uniformidade axial e a zona de silêncio sejam utilizados para especificar a precisão dimensional dos símbolos, outras qualidades - como contraste e refletância - afetam a óptica dos leitores de código de barras e como eles “veem” o código. Os verificadores de código de barras testam parâmetros de qualidade relacionados a imagem e relacionados a dados para avaliar a legibilidade de um código. Os usuários devem selecionar um modelo de verificador de código de barras com o campo de visão, a iluminação e a óptica precisos, de acordo com o tamanho, substrato e formato do código.

Quatro perguntas simples podem ajudar a definir o que procurar ao adquirir um verificador:

Qual é a escala de tamanho do código?

Considere o tamanho da barra mais estreita ou do menor módulo impresso (normalmente expresso em mils ou 0,001 de polegada). Para determinar a resolução necessária da câmera, procure um verificador com uma dimensão x mínima menor ou igual à menor largura ou módulo da barra. A largura total do maior código de barras impresso determinará o campo de visão necessário. O campo de visão de um verificador necessita ser grande o suficiente para mostrar o código inteiro, incluindo sua zona de silêncio (espaço ao redor da parte externa do código).

Dimens?atilde;o X do código
Substrato do c?oacute;digo

Quais são os códigos impressos?

Os códigos aparecem de forma diferente em uma câmera do leitor de código de barras, dependendo do material em que são impressos. Para obter a iluminação adequada para algumas superfícies, são necessários ângulos de iluminação específicos. A maioria das normas de verificação para códigos 1-D e 2-D especificam a iluminação de 45° para códigos impressos em rótulos. Isso garante que alguma luz reflita no rótulo e volte para a câmera. Para marcações diretas na peça (DPM) em superfícies brilhantes, texturizadas ou curvas, é necessário um verificador com opção de iluminação de 30° e 90° ou de cúpula.

Há peças com formatos estranhos?

Os verificadores com suportes de altura ajustáveis facilitam muito a colocação de códigos em peças pequenas e com formatos estranhos sob a câmera. Ao lidar com símbolos em áreas recuadas de uma peça, o software de um verificador deve ser capaz de selecionar regiões específicas e dizer à câmera exatamente onde analisar um código.

Pe?ccedil;as com formatos estranhos
Software de verifica?ccedil;ão

Quais são os recursos do software?

O software de um verificador de código de barras deve ser capaz de avaliar e diagnosticar problemas no processo de impressão de códigos de barras. O verificador de código de barras correto gerará relatórios que classificam de acordo com as normas ISO e de aplicações padrões.

Conteúdo Relacionado
PRODUTOS COGNEX EM DESTAQUE

ACESSE O SUPORTE E TREINAMENTO DE PRODUTOS E MAIS

Junte-se ao MyCognex

TEM ALGUMA PERGUNTA?

Os representantes da Cognex estão disponíveis em todas as regiões do mundo para ajudar com as suas necessidades de visão e leitura industrial de códigos de barras

Fale Conosco
Loading...