Verificação de Código de Barras

Verificação vs. Gerenciamento de Qualidade do Código

Entenda as diferenças entre métricas de controle de processos, validação de dados e verificação

Muitos produtores já monitoram a qualidade de seus códigos de barras utilizando métricas de controle de processo (PCM) e validam seus dados utilizando o software em seus leitores de código de barras. Embora seja um passo na direção certa, isso não é uma verificação verdadeira e pode deixar os produtores desprotegidos na cadeia de suprimentos. Para produtores que usam PCM ou validação cujos códigos ainda são ilegíveis, o verificador pode fornecer proteção e segurança adicionais.

Validação de Dados

Os códigos de barras às vezes são bem impressos, mas rejeitados porque não estão formatados corretamente. A validação verifica se os dados estão formatados corretamente de acordo com os requisitos da indústria, para que um sistema de computador que recebe os dados do código de barras possa interpretá-los. A validação analisa apenas o formato dos dados dentro de um código e não verifica a qualidade de impressão. Por outro lado, a verificação de código de barras mede os parâmetros de qualidade relacionados à imagem e aos dados para avaliar a legibilidade de um código.

Métricas do Controle de Processo

Os leitores de código de barras podem, dependendo do software, fornecer métricas de qualidade de impressão úteis para o controle e a melhoria do processo. Essas métricas ajudam os produtores a imprimir códigos que atendam às suas necessidades exclusivas de qualidade de impressão e antecipam se um leitor genérico poderá ler seus códigos com êxito. Mas os tipos de leitores de código de barras que um símbolo encontra ao longo da cadeia de suprimentos variam muito. Na verdade, muitos leitores de código de barras incluem algoritmos de decodificação projetados especificamente para ler códigos deformados, desafiadores e difíceis de ler. Nem o teste de controle de qualidade nem as métricas de controle de processo de um scanner podem medir com precisão como dois leitores de código de barras diferentes lidarão com o mesmo código - somente a verificação de código de barras pode.

Verificação

Os verificadores de código de barras, pelo contrário, confirmam que os códigos de barras podem ser lidos por todos os leitores de códigos de barras. Ao contrário do PCM ou da validação de dados, um verificador verifica todos os parâmetros de qualidade, utiliza uma configuração de iluminação específica e necessita de calibração regular.

Escolhendo Entre Métodos de Gerenciamento de Qualidade do Código

Validação de Dados Controle de Processo Verificação
  • Verifica dados codificados para um padrão de formatação especificado
  • Está preocupado apenas com os dados dentro do código...
  • ...não com a qualidade da marca
  • Controle em linha da qualidade do código
  • Classifica o mesmo conjunto de parâmetros que um verificador, mas sacrifica as posições de calibragem e iluminação
  • Classificação em conformidade com o contrato para um padrão global
  • Requer calibração e um posicionamento preciso dos elementos de iluminação
Quando utilizado
  • Verificação obrigatória de padrões de formatação de dados (por exemplo, MIL-STD-130, GS1)
  • Controlar o processo de marcação com avisos antecipados
  • Garantir legibilidade a jusante
  • Facilite a configuração otimizada do leitor
  • Quando exigido ou obrigatórios por lei
  • Fornecer diagnósticos quando o PCM "sinaliza" um código
  • Quando necessário para facilitar a comunicação com parceiros comerciais
Conteúdo Relacionado
PRODUTOS COGNEX EM DESTAQUE

ACESSE O SUPORTE E TREINAMENTO DE PRODUTOS E MAIS

Junte-se ao MyCognex

TEM ALGUMA PERGUNTA?

Os representantes da Cognex estão disponíveis em todas as regiões do mundo para ajudar com as suas necessidades de visão e leitura industrial de códigos de barras

Fale Conosco
Loading...