Simbologia nos códigos de barras

Simbologia nos códigos de barras

A tecnologia de códigos de barra proporciona uma coleta de dados rápida e confiável para garantir a rastreabilidade de peças e produtos, processos de montagem à prova de erros e aprimorar o serviço ao cliente.

Os códigos de barra são símbolos legíveis por máquinas e armazenam dados de identificação da peça ou produto ao qual estão associados. Estes símbolos, quando lidos por um scanner de código de barras, são decodificados, gravados e processados para extrair os dados para uma variedade de usos (por exemplo, preço, atendimento de pedidos, rastreabilidade através da produção, triagem, transporte, etc).

 

Códigos de barras lineares 1-D

O código de barras 1-D (unidimensional) é o típico estilo com o qual estamos mais familiarizados. Todas as informações no código estão organizadas horizontalmente em larguras de barras e espaço, que são lidas pelo scanner da esquerda para a direita.

Tipos de códigos:

Códigos de Matriz 2-D

No tipo de código Matriz 2-D, os dados são codificados como "células" pretas e brancas dispostas em um padrão quadrado ou retangular. Além de conseguir codificar enormes quantidades de dados, o código de matriz melhora a legibilidade e resistência a baixa qualidade de impressão.

Tipos de códigos:

Códigos postais

Este tipo de código de barras fica entre um código de barras linear 1-D e um 2-D. Em vez de codificar dados nas larguras de barras preta e dos espaços em branco, utiliza principalmente a altura das barras. A maioria dos códigos postais usam apenas números, mas alguns já estão começando a incluir letras também.

Tipos de códigos:

Códigos de barras lineares empilhados

Um código de barras linear empilhado é constituído por vários códigos de barras lineares que ficam em camadas, uma em cima da outra, permitindo codificar uma maior quantidade de informações. No entanto, para descodificar totalmente os dados, um leitor de códigos de barras deverá conseguir ler o código simultaneamente na horizontal e na vertical.

Tipos de códigos:

Tipos de marcação

Direct Part Marking - Marcação direta na peça

A marcação direta na peça (DPM) é um processo para marcar permanentemente as peças fabricadas sem rótulos ou embalagens. A DPM é normalmente utilizada por fabricantes de automóveis, aeroespaciais e eletrônicos para garantir a confiabilidade do rastreamento de suas peças ao longo do seu ciclo de vida. Os códigos preferenciais de DPM são o Data Matrix e Código QR.

OBTENHA ACESSO AO SUPORTE E TREINAMENTOS PARA PRODUTOS E MAIS

JUNTE-SE AO MyCognex

TEM ALGUMA PERGUNTA?

Os representantes da Cognex estão disponíveis em todas as regiões do mundo para ajudar com as suas necessidades de visão e leitura industrial de códigos de barras

Fale Conosco