Blogs da Cognex

Como Selecionar o Verificador de Código de Barras Certo para sua Organização

2D and 1D barcodes

Os códigos de barras permitem o gerenciamento de inventário, rastreamento e capacidade de rastreabilidade de produtos, marketing e gerenciamento de fluxo de trabalho. Eles cumprem a promessa de criar ambientes de trabalho mais eficientes, melhorando a produtividade, aumentando as vendas e a receita e muito mais. Mas os códigos de barras podem causar problemas na cadeia de suprimento se eles não forem digitalizados corretamente. Verificar a qualidade dos códigos de barras com verificadores de código de barras pode ajudar a eliminar o tempo de parada, evitar multas e ressarcimentos, e garantir que as normas da indústria sejam cumpridas.

Aqui estão seis perguntas a responder antes de explorar as opções de verificador de código de barras para sua organização.

Que tipo de códigos você precisa verificar?

Você imprime códigos de barras 1D em etiquetas, códigos de barras 2D em etiquetas, marcação direta na peça (DPM) 2D, ou todas as opções acima? Mesmo que hoje você esteja apenas imprimindo códigos de barras 1D, imagine que você venha a usar códigos de barras 2D no futuro. Os tipos de códigos que você utiliza podem impactar o estilo do verificador e as opções de iluminação adequadas.

Você precisa cumprir as normas ISO?

Os verificadores de código de barras e software podem fornecer informações sobre os parâmetros de qualidade do código e validar dados para conformidade com as diretrizes da Organização Internacional de Normalização (ISO). Três grandes padrões de verificação regem os códigos 1D, 2D e DPM.

  • Os códigos de barras 1D usam ISO/IEC 15416
  • Os códigos de barras 2D impressos em um rótulo usam ISO/IEC 15415
  • Os códigos 2D DPM usam ISO/IEC TR 29158, também conhecido como AIM DPM

Nem todos os “verificadores” estão em conformidade com as normas ISO, portanto certifique-se de selecionar um verificador que possa cumprir com os requisitos especificados nessas normas e gere relatórios que detalhem os resultados.

Você precisa cumprir uma norma de um grupo industrial?

Para regular a codificação de barras dentro de uma indústria, comitês em setores como varejo, alimentos, saúde e farmacêuticas desenvolveram padrões de aplicações exigindo que seus fabricantes cumpram suas regras para marcação e classificação de códigos de barras. Um padrão de aplicação descreve o tipo de simbologia aceitável, o padrão ISO a ser classificado, o grau mínimo aceitável, a abertura, a faixa de dimensão x, ângulo(s) de iluminação necessário(s) e como os dados dentro do código de barras devem ser formatados. Alguns softwares de verificação de código de barras vão ter as normas de aplicação pré-carregadas para acelerar a configuração. Certifique-se de selecionar um software que tenha configurações personalizáveis que atendam aos seus requisitos específicos de codificação de barras.

Qual é a escala de tamanho do seu código?

A largura e altura dos códigos de barras variam e alguns verificadores são projetados para classificar códigos 2D menores, enquanto outros são feitos para códigos de barras lineares maiores. Dê uma olhada no tamanho da barra mais estreita ou do menor módulo impresso (normalmente expresso em mils ou 0,001 de polegada). Para determinar a resolução necessária da câmera, procure um verificador com uma dimensão x mínima menor ou igual à menor largura ou módulo da barra. A largura total do maior código de barras impresso determinará o campo de visão necessário. O campo de visão de um verificador necessita ser grande o suficiente para mostrar o código inteiro, incluindo sua zona de silêncio (espaço ao redor da parte externa do código).

Alcance do tamanho do código e dimensão x
 
Quais são os códigos impressos?

Os códigos aparecem de forma diferente em uma câmera do leitor de código de barras, dependendo do material em que são impressos. Para obter a iluminação adequada para algumas superfícies, são necessários ângulos de iluminação específicos. A maioria das normas de verificação para códigos 1D e 2D especificam a iluminação de 45 graus para códigos impressos em rótulos. Isso garante que alguma luz reflita no rótulo e volte para a câmera. Para códigos DPM em superfícies brilhantes, texturizadas ou curvas, é necessário um verificador com opção de iluminação de 30 e 90 graus ou difusa.

Códigos impressos
 
Os verificadores com suportes de altura ajustáveis facilitam muito a colocação de códigos em peças pequenas e com formatos estranhos sob a câmera. Ao lidar com símbolos em áreas recuadas de uma peça, o software de um verificador deve ser capaz de selecionar regiões específicas e dizer à câmera exatamente onde analisar um código.

Onde você vai verificar os códigos?

Considere o local onde você vai verificar fisicamente seus códigos. Você vai montar uma estação, se deslocar pela fábrica ou precisa de uma solução que verifique cada código ao longo da linha? Isso vai determinar se você precisa de um verificador de mesa, portátil ou em linha, bem como quais tipos de portabilidade e de vida útil da bateria seriam melhores.

Uma vez que você tiver respondido essas perguntas, você estará equipado com as informações necessárias para encontrar o verificador de código de barras para sua organização. Para saber mais sobre verificadores, faça o download do Guia de Introdução à Verificação de Código de Barras.

Mais Publicações nos

Como Selecionar o Verificador de Código de Barras Certo para sua Organização

2D and 1D barcodes

Os códigos de barras permitem o gerenciamento de inventário, rastreamento e capacidade de rastreabilidade de produtos, marketing e gerenciamento de fluxo de trabalho. Eles cumprem a promessa de criar ambientes de trabalho mais eficientes, melhorando a produtividade, aumentando as vendas e a receita e muito mais. Mas os códigos de barras podem causar problemas na cadeia de suprimento se eles não forem digitalizados corretamente. Verificar a qualidade dos códigos de barras com verificadores de código de barras pode ajudar a eliminar o tempo de parada, evitar multas e ressarcimentos, e garantir que as normas da indústria sejam cumpridas.

Aqui estão seis perguntas a responder antes de explorar as opções de verificador de código de barras para sua organização.

Que tipo de códigos você precisa verificar?

Você imprime códigos de barras 1D em etiquetas, códigos de barras 2D em etiquetas, marcação direta na peça (DPM) 2D, ou todas as opções acima? Mesmo que hoje você esteja apenas imprimindo códigos de barras 1D, imagine que você venha a usar códigos de barras 2D no futuro. Os tipos de códigos que você utiliza podem impactar o estilo do verificador e as opções de iluminação adequadas.

Você precisa cumprir as normas ISO?

Os verificadores de código de barras e software podem fornecer informações sobre os parâmetros de qualidade do código e validar dados para conformidade com as diretrizes da Organização Internacional de Normalização (ISO). Três grandes padrões de verificação regem os códigos 1D, 2D e DPM.

  • Os códigos de barras 1D usam ISO/IEC 15416
  • Os códigos de barras 2D impressos em um rótulo usam ISO/IEC 15415
  • Os códigos 2D DPM usam ISO/IEC TR 29158, também conhecido como AIM DPM

Nem todos os “verificadores” estão em conformidade com as normas ISO, portanto certifique-se de selecionar um verificador que possa cumprir com os requisitos especificados nessas normas e gere relatórios que detalhem os resultados.

Você precisa cumprir uma norma de um grupo industrial?

Para regular a codificação de barras dentro de uma indústria, comitês em setores como varejo, alimentos, saúde e farmacêuticas desenvolveram padrões de aplicações exigindo que seus fabricantes cumpram suas regras para marcação e classificação de códigos de barras. Um padrão de aplicação descreve o tipo de simbologia aceitável, o padrão ISO a ser classificado, o grau mínimo aceitável, a abertura, a faixa de dimensão x, ângulo(s) de iluminação necessário(s) e como os dados dentro do código de barras devem ser formatados. Alguns softwares de verificação de código de barras vão ter as normas de aplicação pré-carregadas para acelerar a configuração. Certifique-se de selecionar um software que tenha configurações personalizáveis que atendam aos seus requisitos específicos de codificação de barras.

Qual é a escala de tamanho do seu código?

A largura e altura dos códigos de barras variam e alguns verificadores são projetados para classificar códigos 2D menores, enquanto outros são feitos para códigos de barras lineares maiores. Dê uma olhada no tamanho da barra mais estreita ou do menor módulo impresso (normalmente expresso em mils ou 0,001 de polegada). Para determinar a resolução necessária da câmera, procure um verificador com uma dimensão x mínima menor ou igual à menor largura ou módulo da barra. A largura total do maior código de barras impresso determinará o campo de visão necessário. O campo de visão de um verificador necessita ser grande o suficiente para mostrar o código inteiro, incluindo sua zona de silêncio (espaço ao redor da parte externa do código).

Alcance do tamanho do código e dimensão x
 
Quais são os códigos impressos?

Os códigos aparecem de forma diferente em uma câmera do leitor de código de barras, dependendo do material em que são impressos. Para obter a iluminação adequada para algumas superfícies, são necessários ângulos de iluminação específicos. A maioria das normas de verificação para códigos 1D e 2D especificam a iluminação de 45 graus para códigos impressos em rótulos. Isso garante que alguma luz reflita no rótulo e volte para a câmera. Para códigos DPM em superfícies brilhantes, texturizadas ou curvas, é necessário um verificador com opção de iluminação de 30 e 90 graus ou difusa.

Códigos impressos
 
Os verificadores com suportes de altura ajustáveis facilitam muito a colocação de códigos em peças pequenas e com formatos estranhos sob a câmera. Ao lidar com símbolos em áreas recuadas de uma peça, o software de um verificador deve ser capaz de selecionar regiões específicas e dizer à câmera exatamente onde analisar um código.

Onde você vai verificar os códigos?

Considere o local onde você vai verificar fisicamente seus códigos. Você vai montar uma estação, se deslocar pela fábrica ou precisa de uma solução que verifique cada código ao longo da linha? Isso vai determinar se você precisa de um verificador de mesa, portátil ou em linha, bem como quais tipos de portabilidade e de vida útil da bateria seriam melhores.

Uma vez que você tiver respondido essas perguntas, você estará equipado com as informações necessárias para encontrar o verificador de código de barras para sua organização. Para saber mais sobre verificadores, faça o download do Guia de Introdução à Verificação de Código de Barras.

Mais Publicações nos

ACESSE O SUPORTE E TREINAMENTO DE PRODUTOS E MAIS

Junte-se ao MyCognex

TEM ALGUMA PERGUNTA?

Os representantes da Cognex estão disponíveis em todas as regiões do mundo para ajudar com as suas necessidades de visão e leitura industrial de códigos de barras

Fale Conosco